Garridos aposta na subida de divisão e contrata novo técnico para 2013/14


A direcção dos Garridos de São Domingos foi buscar o treinador Osvaldo Borja ao Fiorentina da Calabaceira para conduzir, na presente temporada, a sua equipa de futebol ao primeiro escalão do Regional de Futebol de Santiago Sul.

Trata-se de uma aposta da direcção que este ano conta com a parceria da Câmara Municipal de São Domingos para dar um novo alento ao único clube representativo do concelho no regional de Santiago Sul de futebol.

Segundo apurou a Inforpress, para além da investida na nova equipa técnica, orientada por um treinador experiente, mais de 15 anos nos relvados da região desportiva de Santiago Sul, a direcção dos Garridos contratou alguns atletas que considera “imprescindíveis” para tentar levar o clube à primeira divisão.

Osvaldo Borja promete construir uma equipa à sua imagem, isto é, disciplinada, técnica e tacticamente, e com o pensamento na vitória para conquistar o regional do segundo escalão.

A equipa já está a treinar diariamente para participar no Campeonato de Santiago Sul da segunda divisão há já algumas semanas, tendo já como primeira prova de fogo o jogo inaugural agendado para domingo de manhã, no Estádio da Várzea, ante o Delta de Achada Grande.

Fundado em 1948 pelo mítico regedor de São Domingos, Pachinho, e oficializado em 1956, “Os Garridos de São Domingos” foi a primeira equipa do interior de Santiago a competir na primeira divisão do Regional de Santiago (Praia).

Com a divisão desportiva da ilha de Santiago, a formação dos Garridos passou a competir em Santiago Norte, mas desde o início da temporada desportiva 2010/11, está a jogar em Santiago Sul, não só no futebol como também nas modalidades de salão, basquetebol, andebol e voleibol.

Uma decisão assumida pelos seus dirigentes, por forma a suprimir os “avultados custos financeiros” a que o clube estava sujeito, pois torna-se mais prático jogar na Cidade da Praia do que competir nos diferentes concelhos do interior de Santiago, com redução substancial de custos.

É que, financeiramente, torna-se mais prático para o clube competir na Praia do que jogar no interior de Santiago, onde teria de deslocar-se com frequência aos concelhos do Tarrafal, Santa Cruz, Santa Catarina, São Miguel e São Lourenço dos Órgãos.

Fonte: Inforpress

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s