Ministério Público põe ponto final nas profanações (a semana)


Ministério Público põe ponto final nas profanações

O Ministério Público mandou arquivar o processo das profanações, um caso que fez correr imensa tinta nos anos 90 e que incriminou de forma directa seis cidadãos de S. Domingos apresentados pelas autoridades de então como os quebradores de santos e profanadores aos lugares de culto católico em Santiago. José Filomeno Rodrigues, um dos visados, é agora um homem aliviado. Mas mesmo com o arquivamento do caso, ele defende que a igreja “deve continuar a cobrar à justiça” pela destruição e profanação dos seus lugares de culto. Ademais, a seu ver, a pergunta persiste: “Quem foram os profanadores?

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s